SP anuncia a criação do 1º Distrito Turístico do Estado em Olímpia

SP anuncia a criação do 1º Distrito Turístico do Estado em Olímpia

O Governador João Doria assinou nesta quinta-feira (2) o decreto que instituiu a criação do Distrito Turístico de Olímpia, o primeiro de São Paulo e um marco para o desenvolvimento turístico da região. O evento aconteceu na cidade, após a inauguração do empreendimento imobiliário Solar das Águas.

“A criação do Distrito Turístico traz um resultado prático, um salto nas oportunidades sob o ponto de vista de financiamentos nas esferas estadual, federal e internacional. Não é apenas uma nova nomenclatura, facilita a vida dos empreendedores privados e dos gestores públicos, mudando a história turística da cidade e da região”, afirmou Doria.

Na ocasião, também foi inaugurado o coreto da Praça Rui Barbosa, um projeto do arquiteto Ruy Ohtake, com recursos de mais de R$ 909 mil do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), da Secretaria de Turismo e Viagens. “Olímpia terá a oportunidade de coordenar estrategicamente seu desenvolvimento pelo turismo”, disse o secretário de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz.

Ao se tornar um distrito turístico, o município poderá investir ainda mais em ações que impulsionem o fluxo do turismo, gerem emprego e renda por meio dessa atividade, estimulando o desenvolvimento de parques temáticos, da gastronomia, do transporte e de estruturas de lazer.

Como estância turística, Olímpia também é conhecida como a capital nacional do folclore e já recebe, por ano, cerca de três milhões de visitantes, podendo duplicar o volume de turistas em pouco tempo.

Combate à vulnerabilidade social

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, entregou também na ocasião vouchers do programa Vale Gás, programa de transferência de renda que irá pagar R$ 300 em três parcelas de R$ 100 para a compra de botijões de gás de cozinha. Ao total, esse auxílio beneficiará 1.623 famílias em Olímpia, o que corresponde a um investimento de mais de R$ 480 mil.

Lançado pelo Governo de SP em junho, o benefício de transferência de renda visa responder às constantes altas de preço do botijão de gás de cozinha e garantir a proteção social de mais de 420 mil famílias em maior vulnerabilidade nos 645 municípios paulistas, impactando mais de 2 milhões de pessoas. O programa é voltado a famílias cadastradas no CadÚnico (sem Bolsa Família) e com renda per capita de até R$ 178.

Pelo Fundo Social de São Paulo, foram distribuídos 800 vouchers do Programa Alimento Solidário para moradores de Olímpia em situação de vulnerabilidade social. Cada cesta do Programa Alimento Solidário é composta por arroz, feijão, macarrão, açúcar refinado, sal refinado, óleo, leite em pó, extrato de tomate, sardinha em óleo, farinha de mandioca e biscoito tipo maisena.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

Publicidade