Forças-tarefas do Crea-SP registram 562 ações de fiscalização em 19 municípios

Forças-tarefas do Crea-SP registram 562 ações de fiscalização em 19 municípios

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) promoveu forças-tarefas em 19 municípios do Estado para fiscalizar o exercício profissional. De 28 de junho a 2 de julho, foram registradas 562 ações de fiscalização.

Entre as principais infrações encontradas, constaram a falta de responsável técnico em empresa, obra ou serviço, e a ausência de registro de empresa no Crea-SP.

Em São José do Rio Preto foram registradas 82 ações de fiscalização do exercício profissional. Na região do Grande ABC, foram realizadas 362 diligências em Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul.

Já na região de Limeira, a força-tarefa efetuou 118 ações de fiscalização nos municípios de Araras, Conchal, Iracemapolis, Leme, Limeira, Pirassununga, Porto Ferreira, Rio Claro, Santa Cruz da Conceição, Santa Rita do Passa Quatro e Tambaú.

O presidente do Conselho, Eng. Vinicius Marchese, destaca a adoção do modelo das forças-tarefas para superar as metas de fiscalização. "A nossa expectativa é alcançar 200 mil ações de fiscalização em 2021. Somente no primeiro trimestre deste ano, chegamos à marca de quase 55 mil operações."

Com apoio da tecnologia para auxiliar na fase de pesquisa e apuração, os agentes fiscais são mobilizados para atender regiões ou atividades específicas durante as forças-tarefas. O formato permitiu um crescimento do número de fiscalizações do Crea-SP que, de 2015 a 2019, aumentaram 500%.

O Crea-SP é responsável por fiscalizar o exercício profissional, verificando se há responsável técnico habilitado para o desempenho das atividades abrangidas pelas Engenharias, Agronomia e Geociências. Assim, garante que todas as funções sejam desenvolvidas com segurança, ao contar com profissional registrado no Conselho.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

Publicidade