Responsive Ad Slot

Main Ad
Coronavírus

Concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo oferece 2.939 vagas

Secretaria de Segurança Pública de SP divulgou as comissões responsáveis pelo concurso da Polícia Civil de São Paulo. Serão ofertadas 2.939 vagas para os cargos de Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista.

20 de fevereiro de 2020

/ por Redação
Concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo oferece 2.939 vagas

Foram divulgadas no Diário Oficial do Estado de São Paulo desta terça-feira, 18 de fevereiro, as comissões organizadoras que serão responsáveis pelo concurso público da Polícia Civil de São Paulo. De acordo com a publicação, foram formados quatro grupos, um para cada cargo do concurso: Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista.

A autorização do Governador João Dória para realização de um novo concurso público da Polícia Civil foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado do dia 04 de junho de 2019. Serão abertas 2.939 novas vagas, distribuídas entre as carreiras de Delegado, Investigador, Escrivão e Médico Legista.

Comissão - Delegado de Polícia (DP-1/2020)
Elisabete Ferreira Sato (presidente)
José Aparecido Sanches Severo (vice-presidente)
Eduardo Augusto Paglione, Fabiano Genofre, Márcia Heloísa Mendonça Ruiz, Fernanda Herbella, Maia, Ronaldo Augusto Comar Marão Sayeg (membros)
Antonio Carlos Cândido de Araújo e Maurício Correali (suplentes).

Comissão - Investigador de Polícia (IP-1/2020)
Rui Baracat Guimarães Pereira (presidente)
Luís Fernando Camargo da Cunha Lima (vice-presidente)
Luiz Eduardo Pascuim, José Vicente de Azevedo Pires Barreto Fonseca, Wlamir José dos Santos Presotto, Joaquim Dias Alves, Ana Paula de Bem Bittencourt Ribeiro (membros)
Adriane Gonçalves e Ricardo Ambrosio Fazzani Bina (suplentes).

Comissão - Escrivão de Polícia (EP-1/2020)
Walmir Geralde (presidente)
Waldir Antônio Covino Júnior (vice-presidente)
André Luís Luengo, Jorge Amaro Cury Neto, Benedito Ignácio Giudice, Aurora Vicentim Themer,
Luiz Fernando Zambrana Ortiz (membros)
Renato Sansone Rodrigues e Márcio José Alves (suplentes).

Comissão - Médico Legista (ML-1/2020)
Gilson Cézar Pereira da Silveira (presidente)
Ana Paula Batista Ramalho Soares (vice-presidente)
Ivan Dieb Miziara, Rita de Cássia Gava, Mariana da Silva Ferreira, Luciana Campos Nascimento, Bento da Cunha Júnior (membros)
Rodney Charles Müller Martins e Tiago Antonio Salvador (suplentes).

Em dezembro de 2019, a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) havia informado que a escolha da comissão, os editais e a escolha da banca já estavam em andamento. "A Polícia Civil informa que os projetos de editais e escolha das bancas estão em andamento, assim como a contratação da empresa organizadora de acordo com a Lei Estadual 10.882/2001", informou.

As autorizações são para os seguintes cargos/vagas:
Delegado: 250 vagas - Exige graduação em Direito e 2 anos de atividade jurídica;
Investigador: 900 vagas - Pede nível Superior em qualquer área e CNH cat. B;
Escrivão: 1.600 vagas - Nível Superior em qualquer área e CNH cat. B
Médico legista: 186 vagas - Graduação em Medicina.

A remuneração inicial ofertada ainda não foi divulgada, mas tendo como base o último concurso, um Delegado da PC-SP tem iniciais de R$ 9.507,77. Tradicionalmente, a Fundação Vunesp é quem coordena os concursos da Polícia Civil no estado.

Último concurso

O último concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo foi realizado em 2018, sob responsabilidade da Fundação Vunesp, quando ofertou 250 vagas para o cargo de Delegado. A seleção contou com 23.575 inscritos na disputa, concorrência de 94 candidatos por vaga - Veja o edital da PC-SP para Delegado 2018.

Como requisito para concorrer ao cargo de Delegado, os candidatos deveriam possuir nível superior em direito, com comprovação de, no mínimo, dois anos de atividade jurídica ou dois anos de efetivo exercício em cargo de natureza policial civil, além de habilitação na categoria 'B', entre outros requisitos.

O cargo oferecia vencimentos a partir de R$ 9.507,77 correspondentes à soma dos valores do salário-base e da Gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) e do Adicional por Direção da Atividade de Polícia Judiciária (ADPJ).

O concurso foi realizado em cinco fases:

- Prova preambular, com 100 questões de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório;

- Prova escrita, com uma questão dissertativa e quatro questões discursivas de caráter eliminatório e classificatório;

- Comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social, com pesquisa em banco de dados de caráter eliminatório;

- Exame oral, gravada em áudio e vídeo, de caráter eliminatório e classificatório;

- Prova de títulos, pontuando docência, artigo, livro, especialização, mestrado e doutorado, de caráter classificatório.

Os candidatos que foram aprovados em todas as etapas, realizaram, por fim, curso de formação técnico-profissional na Academia de Polícia "Dr. Coriolano Nogueira Cobra", localizada na capital. Para definição da lotação, a classificação obtida no treinamento determinará a ordem da escolha das vagas nas unidades disponibilizadas pela PC/SP.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Leia Também
© todos os direitos reservados | Blog Cajobi 2011 - 2020
feito com por JM