Responsive Ad Slot

Main Ad

Comerciante que matou mulher estrangulada em Icém é condenado a 20 anos de prisão

O crime foi em novembro de 2018, em Icém. O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (30), no Fórum de Nova Granada. (DHoje Interior)

31 de janeiro de 2020

/ por Redação
Comerciante que matou mulher estrangulada em Icém é condenado a 20 anos de prisão

Foi condenado a 20 anos e oito meses de prisão em regime fechado o comerciante Danilo Teixeira, por matar estrangulada a enfermeira Mayvan Oliveira, de 32 anos. O crime foi em novembro de 2018, em Icém.

O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (30), no Fórum de Nova Granada. Foram ouvidas quatro testemunhas de acusação, entre elas, duas irmãs, a prima e um ex-companheiro da vítima.

Também foram ouvidas duas testemunhas da defesa. Danilo foi condenado pelos crimes de feminicídio e por porte ilegal de arma. O advogado de defesa informou que vai recorrer da decisão.

Danilo e Mayvan estavam juntos há oito meses e moravam em uma casa no Centro de Icém. No dia do crime, os dois tiveram uma discussão após o comerciante encontrar mensagens no celular da enfermeira. Durante a briga, ele acabou estrangulando a vítima.

O acusado ainda passou à tarde em um bar e, só à noite, quando voltou para a residência, ligou para familiares para pedir perdão.

A família acionou a polícia e foi até o local, onde encontrou Mayvan na cama, já sem vida. O comerciante confessou que cometeu o crime por ciúmes. Com ele, os policiais miliares encontraram uma arma de fogo, que foi apreendida.

O comerciante, que estava preso no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto, retornou ao sistema prisional após o julgamento.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Leia Também
© todos os direitos reservados | Blog Cajobi 2011 - 2020
feito com por JM