Breaking News

Main Ad

Justiça condena Vinholi a perda dos direitos políticos por 3 anos

Justiça condena Vinholi a perda dos direitos políticos por 3 anos

O juiz da 1ª Vara Cível de Catanduva, José Roberto Lopes Fernandes, condenou o ex-prefeito Geraldo Vinholi (PSDB) por ato de improbidade administrativa. O tucano foi denunciado pelo Ministério Público de comprar R$ 15,2 mil de compensado, madeirite, sarrafos e tábuas, de forma fracionada e com dispensa de licitação. O material foi comprado para a realização do Carnaval entre 2013 e 2014.

Vinholi foi condenado à suspensão dos direitos políticos pelo prazo de 3 anos, multa e proibição de contratar com o poder público. "Restou evidenciado nos autos a inexistência do processo licitatório ou qualquer procedimento de dispensa de licitação cuja omissão configura ato de improbidade administrativa que atenta contra os princípios da administração pública", escreveu o juiz em trecho da decisão.

Para Fernandes, houve ilegalidade na compra direta dos materiais pelo ex-prefeito. "Trata-se de um princípio comezinho das regras de licitação, sendo o requerido (Vinholi) experiente político com muitos anos de mandato eletivo (...)", afirmou o juiz em outro trecho da decisão.

Vinholi, que ainda será notificado da decisão, pode recorrer contra a sentença no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Diário da Região

Postar um comentário

0 Comentários