Header Ads

test

Moradores de Tabapuã ficam sem energia por quatro horas

Um cabo teria rompido e deixado moradores de Tabapuã sem energia por quatro horas. O problema ocorre 12 dias depois de outro apagão deixar a cidade no escuro. Foram 12.251 pessoas que se viram sem energia elétrica logo nas primeiras horas de ontem (9).

Por meio de nota, a Energisa Sul-Sudeste empresa responsável pelo fornecimento de energia apontou que a situação teriam sido “ocasionada pelo rompimento de um cabo da linha de transmissão de 34.500 volts que abastece o município. A empresa ainda investiga as causas dessa ocorrência”, disse.

A falta de energia foi vista às 4h50 da manhã, mas só às 8h57 o problema foi resolvido. “A distribuidora acionou seu plano de contingência para proceder com os reparos na rede de energia e o fornecimento foi normalizado para todos os clientes às 8h57. A Energisa Sul-Sudeste lamenta pelos transtornos causados e reafirma seu compromisso de atuar prontamente com qualidade e segurança para manter o fornecimento a todos os seus clientes”, finalizou o comunicado oficial.

Na última sexta-feira de 2017, uma outra queda de energia teria deixado Catanduva, Itajobi, Tabapuã, Catiguá e Novais no escuro. Foram 70 mil imóveis que não contavam com eletricidade por horas. Entre eles estavam casas, indústrias e comércio.

A queda começou às 6h50 e apenas às 10h34 teria voltado de forma parcial em Catanduva. Na época, o problema apontado seria um defeito que atingiu o equipamento da subestação Catanduva I além do rompimento de um cabo de uma das linhas de transmissão de 138 mil volts, responsável por abastecer as subestações que ficam não só em Catanduva, como também na região. Por conta do número de pessoas que queriam saber o que de fato ocorreu, a central de atendimento da Energisa ficou com os telefones congestionados. A causa também é investigada pela empresa.

Cíntia Souza | O Regional

Nenhum comentário