Breaking News

Main Ad

Morador de Cajobi fica ferido após explosão em caldeira na Guarani em Severínia




Foto / Facebook

A explosão de uma caldeira de melaço superaquecida da Usina Guarani, em Severínia, deixou dois trabalhadores gravemente feridos. O acidente ocorreu na tarde de terça-feira, dia 25, por volta das 13 horas. Pedro Tavares da Silva (na foto, à esquerda), de 43 anos de idade, morador da cidade teve 20% do corpo queimado; e Cleiton Alexandre de Campos (na foto, à direira), de 32 anos, morador de Cajobi, ficou com 40% do corpo afetado.

As vítimas foram socorridas na unidade de Pronto Atendimento do Hospital de Base em Olímpia, onde receberam os primeiros socorros e posteriormente foram encaminhadas ao setor de queimados do Hospital de Base (HB) de São José do Rio Preto. O estado de saúde deles é considerado grave.

De acordo com a unidade de Olímpia do HB, Cleiton Alexandre de Campos sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus na cabeça, pescoço, membros superiores e costas, e, devido a gravidade dos ferimentos, seria transferido para o Hospital Padre Albino, em Catanduva, especializado em queimaduras. Já Pedro Tavares da Silva ficou com os braços, cabeça e pescoço feridos.

De acordo com informações da assessoria, o incêndio na caldeira foi controlado pelos caminhões da unidade e as causas da explosão ainda são investigadas. O caso será investigado também pela Polícia Civil de Severínia.

Atualização: Cleiton Alexandre de Campos foi transferido para um hospital especializado em queimaduras no município de Bauru. O acidente aconteceu especificamente no setor de empacotamento de açúcar na empresa Guarani.


iFolha

Postar um comentário

0 Comentários