Cajobi

[Cajobi][list]

Polícia

[Polícia][twocolumns]

Após jogar ovo em viatura meninas são maltratadas pela PM de Olímpia

Após jogar ovo em viatura meninas são maltratadas pela PM de Olímpia
Uma das adolescentes que jogaram ovos em uma viatura da Polícia Militar em frente à Delegacia de Polícia de Olím­pia denuncia em uma reportagem da TV TEM, emissora afiliada da Rede Globo, de São José do Rio Preto, que levaram chinelada na cara para mostrar arrependimento pela atitude agressiva que praticaram.

Segundo a denúncia que foi mostrada na quarta-feira, dia 22, através de uma reportagem elaborada pelo repórter Victor Pizeta, as meninas teriam agido da maneira como agiram como uma forma de vingança em razão de agressões que policiais militares teriam praticado contra um amigo delas.

“No dia anterior ele foi ali na casa da minha amiga. Estava eu e mais uns amigos sentados. Ele pediu para nós se retirar e deixou só um. Aí ele começou a agredir ele. Aí nóis saiu e não deixou mais”, relatou a menina que falou com a emissora de televisão.

Segundo a reportagem, depois de jogarem ovos na viatura, as adolescentes foram filmadas supostamente por um policial, sendo obrigadas a pedir desculpas. Segundo afirma a menina que falou com o repórter, ela e as amigas apanharam de policiais. “Eles nos pegaram dentro de uma loja, nos levaram para delegacia, mandaram a gente subir uma escada e, quando subimos, começaram a agredir a gente. O policial pegou o chinelo da minha amiga e bateu na nossa cara para gravar o vídeo e falar aquilo”, afirma.

Mas a garota, de 15 anos, nega estar arrependida pelo ato de vandalismo. “Eu me arrependi no começo, mas depois que eles nos agrediram e fizeram o filme, não me arrependo nem um pingo”, diz.

O vídeo que circula na in­ter­net é dividido em duas partes. Na primeira, uma adolescente filma três amigas atirando ovos na viatura da polícia que estava estacionada em frente à delegacia da cidade.

Na segunda parte do vídeo, as três meninas reaparecem sentadas no chão, aparentemente no interior da delegacia. Elas choram, se xingam e pedem desculpas: “Sou uma babaca, uma vaca e não vou mais jogar ovo na viatura”. Uma delas inclusive aparece algemada.

OUTRO LADO

A Polícia Militar está investigando o caso. A corporação quer saber se as garotas realmente foram agredidas por policiais e obrigadas a pedir desculpas. Também está sendo apurado se o vídeo foi gravado por um policial.

“Foi instaurado procedimento investigatório apura­tório para que seja esclarecido e definido posteriormente pelo comando a forma que vai ser tratada a ocorrência em que o policial se envolveu”, explicou o tenente da Polícia Militar Marlon de Assis Magro, à reportagem da emissora de televisão.

De acordo com o tenente, o vídeo é de conhecimento do comando da Polícia Militar: “Temos de apurar se o vídeo foi feito por um policial e se foi dentro da delegacia mesmo. Vamos apurar o que a­con­teceu”.

Segundo o tenente, se o ví­de­o foi gravado realmente por um policial, ele poderá ser punido pelo Comando da PM. “A questão de punição fica definida pelo regulamento interno da Polícia Militar, se for realmente o policial, quem define a punição é o comando da polícia”, afirma.

iFolha
Jean Morelli

Apaixonado por notícias, filmes e séries. Sou blogueiro desde 2011, amante do jornalismo, flamenguista de coração e cajobiense desde sempre.

Postar um comentário
  • Blogger Comente usando Blogger
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Política

[Politica][bleft]

Cidades

[Cidades][threecolumns]

Esporte

[Esporte][grids]

Geral

[Geral][bsummary]