Responsive Ad Slot

zzDestaque2

Acidente no Thermas de Olímpia faz empresário ficar tetraplégico

Um acidente grave em brinquedo aconteceu no dia 21, terça-feira, no Parque Aquático Thermas dos Laranjais. O fato teria ocorrido por volta das 14 horas quando um empresário de São Bernardo do Campo estava no brinquedo chamado “Bolha Gigante” e sofreu o acidente e após sofrer intervenção cirúrgica em Rio Preto, ficou constatado que estaria sem os movimentos dos braços e das pernas.

29 de julho de 2015

/ por Redação
Acidente no Thermas de Olímpia faz empresário ficar tetraplégico
Um acidente grave em brinquedo aconteceu no dia 21, terça-feira, no Parque Aquático Thermas dos Laranjais. O fato teria ocorrido por volta das 14 horas quando um empresário de São Bernardo do Campo estava no brinquedo chamado “Bolha Gigante” e sofreu o acidente e após sofrer intervenção cirúrgica em Rio Preto, ficou constatado que estaria sem os movimentos dos braços e das pernas.

A Ocorrência foi registrada como Lesão Corporal Culposa na Delegacia de Polícia local somente na sexta-feira, 24, onde aparece como vítima Carlos Alberto Magon, empresário, casado, 49 anos, morador na Chácara Inglesa em São Bernardo do Campo.

Quem compareceu na delegacia, no entanto, foi Fábio Henrique Machado, também empresário, 37 anos, morador em Gerdanópolis, na mesma cidade da vítima, São Bernardo do Campo, acompanhado do advogado Olindo Silva, noticiando que no último dia 21 de julho, a vítima, juntamente com a família, veio até o Clube Thermas dos Laranjais, onde por volta das 14 horas, quando brincava num brinquedo denominado bolha gigante, acabou sofrendo um acidente e consequentemente lesões gravíssimas.

Segundo o que foi dito para a polícia no B.O. Magon foi socorrido pelos funcionários do clube até a UPA – Unidade de Pronto Atendimento de Olímpia – e depois foi transferido para a Santa Casa local e, finalmente para o Hospital Austa de São José do Rio Preto, onde foi submetido a cirurgia, porém, restando-lhe sequelas de natureza grave, pois está sem movimento nas pernas e braços, com quadro de tetraplegia.

O B.O. registrado na delegacia de polícia local acrescenta ainda que no local não havia nem vigia nem monitores.

Embora a assessoria de imprensa do Thermas não tenha se manifestado oficialmente até o final da tarde de segunda-feira, informalmente, o fato teria sido confirmado por representante do clube, que também teria garantido que todo apoio teria sido dado para o acidentado e sua família e que o Parque estaria a disposição para o que fosse necessário.

Ainda, informalmente, explicou-se que quando se entra no brinquedo Bolha Gigante, existem sinalizações e alertas, sobre os riscos de se utilizar o brinquedo e aconselhando, por exemplo que o salto mortal e outras manobras arriscadas, podem causar consequências indesejadas.

Quanto a afirmação de que não existiria vigia e nem monitores, informalmente, representante do clube diz que não procede e a provar isto está o próprio fato de que o acidentado foi prontamente atendido pelo pessoal do Parque e encaminhado para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento local.

iFolha
Leia Também
© todos os direitos reservados | Blog Cajobi 2011 - 2020
feito com por JM