Breaking News

Main Ad

Chikungunya: Catanduva tem o primeiro caso suspeito da doença

Chikungunya: Catanduva tem o primeiro caso suspeito da doença
A Prefeitura de Catanduva investiga o primeiro caso suspeito da febre Chikungunya na cidade. A vítima é moradora do bairro Santa Rosa e foi atendida em uma UPA do município no dia 28 de maio. Amostras do sangue dela foram coletadas e enviadas para o Instituto Adolfo Lutz.

A febre Chikungunya é transmitida pelo Aedes aegypti, mesmo mosquito que provoca a dengue. Catanduva vive uma epidemia de dengue, com 23 mortes somente neste ano e 11.788 ocorrências positivas da doença. Outros 3.203 casos estão em investigação. O Aedes aegypti é também portador do vírus de Zika, outra doença contagiosa e epidêmica. 

De acordo com a Prefeitura de Catanduva, a moradora que está sendo investigada visitou Feira de Santana, na Bahia, cuja região registrou 274 casos confirmados da Chikungunya no ano passado.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que, até o mês de maio, foram confirmados 42 casos importados de Chikungunya no Estado, ou seja, os pacientes não contraíram a doença aqui. Isso significa, segundo o governo estadual, que o vírus não está em circulação nas cidades paulistas.

Diário da Região

Postar um comentário

0 Comentários