Breaking News

Main Ad

Idosa se fere em buraco ao descer de ônibus em Catanduva


Pela segunda vez em menos de quinze dias



Catanduva-SP

Pela segunda vez em menos de quinze dias, a idosa Rosalina da Silva Talarico, 70 anos, se machucou ao cair no mesmo buraco em frente à casa dela, no bairro Zé Menino, em Rio Preto, ao descer do ônibus em um ponto cercado de crateras. As mesmas crateras denunciadas pela coluna do personagem “Zé Buracão” em duas ocasiões. O descaso acontece na rua Manoel Del Arco.

Nas duas ocasiões em que a Prefeitura afirmou que o endereço estava no cronograma de reparos da Secretaria de Serviços Gerais. Como não houve providência, o local continuou perigoso e voltou a funcionar como armadilha para dona Rosalina por volta das 14h de ontem. O filho dela, Valter Talarico, 41, presenciou o acidente. Depois de socorrer a mãe, se revoltou e impediu que o ônibus seguisse viagem até que uma viatura da Polícia Militar chegasse para registrar a ocorrência.

“Já cansei de ligar para a prefeitura e pedir para arrumar esse monte de buracos. É a segunda vez que minha mãe se machuca no mesmo local e do mesmo jeito. Já não sei mais o que fazer”, afirmou Valter. A sequência de buracos que margeiam a calçada impede que os ônibus parem no local correto.

“Sou obrigado a parar mais para o meio da rua do que para a beirada. Sempre tomo bastante cuidado, tento parar o mais longe possível dos buracos, mas as vezes não tem como por causa dos carros”, afirmou o motorista Adilson Tebaldi, que dirigia o ônibus. Ele solicitou outro ônibus, que buscou os demais passageiros e seguiu o percurso. Adilson ficou no local e prestou esclarecimentos à polícia depois de ajudar a socorrer a idosa.

Outro drama

Rosalina foi levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, mas foi mandada de volta para casa sem realizar exames por conta de um aparelho de raio-X, que estaria quebrado. “Me deram um soro na veia e mandaram eu vir para casa. A enfermeira disse que o aparelho de raio-X estava quebrado e que não podia fazer nada. Estou me sentindo péssima. Antes era um perna só doendo, agora são duas”, afirmou a idosa.

No dia 1º deste mês a coluna Zé Buracão contou que a idosa havia se machucado. No último sábado, dia 22, a coluna mostrou que um motoqueiro havia se acidentado no local. Questionada pelo Diário na tarde de ontem, a Prefeitura deu a mesma informação das vezes anteriores: o local está no cronograma de recuperação, que será realizada nos próximos dias – sem data.

Quanto ao atendimento na UPA, a Prefeitura informou que o médico constatou que não havia sinais de fratura, por esse motivo não encaminhou a vítima para realizar exames. Quanto ao equipamento, afirmou que foi trocado recentemente e o novo aparelho “de última geração” necessitou de uma mudança no sistema de energia da unidade, voltando a funcionar ontem mesmo.

A assessoria de imprensa da Circular Santa Luzia afirmou que o motorista seguiu todos os procedimentos de segurança e disse ainda que a empresa está prestando assistência para a vítima. Entretanto, lembrou, de acordo com o contrato de concessão do transporte coletivo, é de responsabilidade da Prefeitura manter a infraestrutura dos pontos de ônibus.




Diário da Região

Postar um comentário

0 Comentários