Cajobi

[Cajobi][list]

Polícia

[Polícia][twocolumns]

Vinholi usa assessoria de Catanduva para divulgar inauguração da ETEC de Monte Alto



Na tarde de ontem, quinta-feira, a assessoria de Comunicação da prefeitura de Catanduva divulgou a inauguração da escola ETEC Alcides Cestari. O problema é que ela é localizada em Monte Alto.

No release fornecido pela administração catanduvense, o governo lembra que a escola foi construída graças a uma emenda apresentada pelo prefeito quando deputado, no valor de R$ 500 mil. Assim, o material divulgado pelo governo catanduvense teve como alvo uma ação pessoal de Vinholi, e não do prefeito de Catanduva. Isso contraria as normas de conduta de uma assessoria de comunicação oficial.

No material encaminhado à imprensa, está a informação de que o prefeito e o presidente do Fundo de Solidariedade Marco Vinholi participaram do evento. O material informativo chega a apresentar um histórico do local:

ETEC

A ETEC Alcides Cestari, que está em funcionamento desde 2011, mantém 391 alunos matriculados, sendo 160 no Ensino Médio e 231 distribuídos em três cursos técnicos: Administração, Marketing Integrado ao Ensino Médio (novidade deste semestre) e Segurança do Trabalho.

Na parceria para implantação da unidade, coube à Prefeitura de Monte Alto a construção do prédio da Etec que abriga, entre outros ambientes, 6 salas de aula , 4 laboratórios (Ciências, Informática, Gestão e Segurança do Trabalho), auditório com capacidade para 120 pessoas, biblioteca, 9 salas administrativas / pedagógicas, além da quadra poliesportiva e vestiários.

Foram mais de R$ 1,8 milhão investidos em obras, e mais de R$ 240 mil em mobiliário e equipamentos.


A divulgação do prefeito neste encontro poderia ser justificada se Vinholi tivesse conseguido verbas para Catanduva. O site Passando a Limpo não encontrou nenhuma linha sobre isso. E mais: a estrutura municipal catanduvense foi utilizada para a cobertura do evento em Monte Alto, num desvio de função.

A assessoria de Comunicação tem a finalidade de divulgar atos do governo municipal, seus departamentos, autarquias, além de campanhas de orientação e de alertas para a população.

Por estar dentro de um contexto, a menção do nome do prefeito e de seus auxiliares pode ser realizada, desde que em atos oficiais e em trabalhos em prol do município.

Em leitura completa, não foi o caso. Houve uma divulgação pessoal do prefeito e do presidente do Fundo de Solidariedade, pré-candidato a deputado estadual.




Passando a Limpo
Jean Morelli

Apaixonado por notícias, filmes e séries. Sou blogueiro desde 2011, amante do jornalismo, flamenguista de coração e cajobiense desde sempre.

Postar um comentário
  • Blogger Comente usando Blogger
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Política

[Politica][bleft]

Cidades

[Cidades][threecolumns]

Esporte

[Esporte][grids]

Geral

[Geral][bsummary]