Cajobi

[Cajobi][list]

Polícia

[Polícia][twocolumns]

Daniel Palmeira fala sobre a situação da Igreja Assembléia de Deus em Catanduva

ESCLARECIMENTOS IMPORTANTÍSSIMOS DO PRESBÍTERO DANIEL PALMEIRA

Diante dos lamentáveis fatos envolvendo a destituição da Diretoria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério de Catanduva, bem como a nomeação de 06 (seis) interventores que terão a difícil missão de regularizar toda a documentação da entidade, bem como promover eleições para todos os cargos previstos no estatuto, venho na condição de Interventor e Presbítero desta amada Igreja, onde nasci e ajudei a construir sua história, e não na condição de Vereador, apresentar a todos os amados irmãos, os seguintes esclarecimentos:

1 – Em nenhum momento de minha vida, tive qualquer interesse em ocupar qualquer cargo na diretoria da Igreja. Jamais pensei em ser Presidente do Ministério, Vice-Presidente ou qualquer outro cargo, mesmo que me fosse oferecido, pois sei que não tenho chamado e nem competência suficiente para essas funções, reconhecendo que ainda me falta muito conhecimento e consagração para assumir tão grande responsabilidade.

>>>Manifestantes pedem afastamento de Daniel Palmeira em Catanduva

2 – Em relação ao processo que resultou na destituição da diretoria, informo a todos que não fui o único autor, sendo que no primeiro processo (o criminal), que ainda tramita no Fórum com quebra de sigilo bancário de todos os envolvidos, foram autores 51 irmãos denunciantes, e no processo civil, que teve o desfecho da destituição da diretoria, foram mais de 30 membros. Toda esta tentativa de desmoralização de meu nome como Vereador, através de manifestações na frente do Fórum, Câmara Municipal e Prefeitura, foram articuladas e arquitetadas por Pastores que, desesperadamente, lutam para não perderem seus salários, não se importando sequer em tomar conhecimento das possíveis fraudes em documentos, devidamente constatadas pela Meritíssima Senhora Juíza da 3ª Vara Civil da Comarca de Catanduva, bem como de possíveis desvios financeiros. Pense bem! Afinal, a Senhora Juíza tomaria alguma providência sem ter provas?

3 – Para minha surpresa, nenhum Pastor, repito, nenhum Pastor, me procurou para tomar conhecimento do teor dos documentos que levaram a Meritíssima Senhora Juíza à destituição da diretoria, Confesso que estou tremendamente admirado e porque não dizer decepcionado, com homens que se dizem ser servos de Deus e nem sequer tiveram interesse em saber os reais motivos que levaram a Senhora Juíza a tomar esta decisão. Alguns destes Pastores (não todos), de forma vergonhosa, se esqueceram que são Ministros e foram às ruas promovendo verdadeiras badernas e envergonhando mais uma vez o nome da Igreja. Chego à conclusão que nenhum deles estão preocupados com almas e muito menos em procurar um emprego para trabalhar com dignidade e sustentar suas famílias, mas unicamente em defender com “unhas e dentes” seus rendimentos mensais às custas dos dízimos e ofertas dos irmãos, afinal qual trabalhador sério teria condições de passar uma tarde toda badernando e atrapalhando o trabalho dos funcionários públicos do Fórum, Câmara Municipal e Prefeitura?

4 – Prometo aos irmãos, que tentarei uma audiência com a Meritíssima Senhora Juíza da 3ª Vara Civil da Comarca de Catanduva, e solicitarei autorização para elaborar um jornal e um vídeo, onde poderei mostrar com detalhes todas as possíveis falcatruas que foram feitas por homens sem nenhum caráter que se dizem ser Pastores na Casa de Deus. Somente assim terei condições de ser melhor interpretado por poucos irmãos, que por não conhecerem a verdade, se submetem a ser usados pelas ruas em plena luz do dia. Tenho certeza de que todos estes irmãos se sentirão envergonhados de terem participado desta baderna. Esclareço que somente com autorização judicial poderei elaborar este jornal e o vídeo, pois o processo corre em segredo de justiça.

5 – Para finalizar, quero esclarecer a todos os irmãos que quem agiu no processo foi o Presbítero e membro da Igreja Daniel Palmeira e não o Vereador Daniel Palmeira. A palavra de Deus nos diz: Buscai primeiro o reino de Deus e sua justiça, repito, e sua justiça e todas as demais coisas vos serão acrescentadas. Se fosse o Vereador Daniel Palmeira, este jamais teria tomado qualquer decisão, mas foi o Presbítero e servo de Deus Daniel Palmeira, juntamente com dezenas de outros irmãos denunciantes. Não posso colocar a minha posição política acima da coisas espirituais, mesmo que eu tenha que encerrar aqui a minha carreira como homem público. Deus sempre cuidou de mim e continuará cuidando. Não sou covarde e desempenho com amor e dedicação tudo aquilo que Deus coloca em minhas mãos. Nunca recebi um centavo de salário da Igreja, embora já tenha ocupado quase todos os cargos na Casa de Deus, inclusive o de Secretário da Igreja e Líder Geral da UMADECA por 18 anos. Jamais poderia imaginar que um simples salário, levaria homens a se corromperem, se submetendo a esconder a verdade, colocando em risco suas próprias salvações.

Para sua meditação Leia “Mateus cap. 7, vers. 22 e 23”.

É profundamente lamentável! Um forte abraço a todos e a Paz do Senhor. Bendita e Santa Paz.

Passando a Limpo
Jean Morelli

Apaixonado por notícias, filmes e séries. Sou blogueiro desde 2011, amante do jornalismo, flamenguista de coração e cajobiense desde sempre.

Postar um comentário
  • Blogger Comente usando Blogger
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Política

[Politica][bleft]

Cidades

[Cidades][threecolumns]

Esporte

[Esporte][grids]

Geral

[Geral][bsummary]