Breaking News

Main Ad

PM de Olímpia apreende 172 pedras de crack em salão de cabeleireiro

Os policiais militares, sargento Paiolli e cabo Nairton, com o apoio dos soldados Reginaldo e Henrique conseguiram tirar de circulação mais 172 pedras de crack que pesaram 72 gramas. A apreensão foi no final da manhã de quinta-feira (18), por volta das 11h15, num salão de cabeleireiro existente na Rua Miguel Said Aidar no Jardim Santa Ifigênia, na zona norte da cidade.

A polícia prendeu em flagrante por tráfico Willian de Freitas Antunes, de 19 anos de idde, residente na Miguel Said Aidar e seu tio Aguinaldo Alves Antunes, de 40 anos, o primeiro, no salão de cabeleireiro do pai, José Roberto Antunes.

Segundo o registro da polícia, em patrulhamento pela Rua Miguel Said Aidar, os policiais depararam com Willian que estava na porta do salão de cabeleireiro de seu pai José Roberto, onde também trabalha cortando cabelos, quando, estranhamente, ao avistar, a viatura ele entrou rapidamente para o interior do estabelecimento.

Os soldados Reginaldo e Henrique, então, realizaram a abordagem e revista em Willian dentro do salão e localizaram dentro do bolso de sua calça um saquinho plástico contendo 22 pedras de crack já embaladas em papel alumínio e 150 pedras também de crack embaladas em papel alumínio dentro de uma sacola plástica que estava dentro de sua cueca.

Na presença do pai, foi dada a voz de prisão para William, que informou que toda a droga pertencia ao tio Aguinaldo e que este havia jogado a sacola com as drogas, na frente do salão e em seguida deixou o local.

Diante deste fato, foram realizadas diligências e encontraram Aguinaldo nas imediações. Ele foi abordado e com ele foram encontrados R$ 20 em dinheiro.

O tio acabou confirmando que a sacola com toda a droga encontrada em poder do sobrinho Willian pertencia a ele, Aguinaldo.

Foi dada voz de prisão para Aguinaldo. Ele e o sobrinho foram encaminhados para a Delegacia de Polícia onde a delegada Maria Tereza Ferreira Vendramel confirmou o flagrante por tráfico ilegal de drogas e mandou que os acusados fossem encarcerados na cadeia pública de Severínia.

Fonte: iFolha

Postar um comentário

0 Comentários