Breaking News

Main Ad

Pastor de Catanduva é condenado a 52 anos de prisão após estuprar quatro meninas

Nesta terça-feira (25), o Tribunal da Justiça, condenou um pastor de Catanduva (SP) a 52 anos de prisão em regime fechado. O pastor é acusado por estupro e atentado violento ao pudor. De acordo com a polícia, as vítimas eram duas filhas e duas enteadas do acusado.

O crime aconteceu há 8 anos atrás, as filhas tinham entre cinco e oito anos e as outras duas, enteadas, eram adolescentes. Por causa do abuso, ambas engravidaram e tiveram filhos do pastor, uma delas tentou se matar por causa da agressão.

O pastor nega tudo, mas para o Tribunal de Justiça, os crimes estão comprovados.

Postar um comentário

0 Comentários