Sem verba, AACD Rio Preto ameaça reduzir atendimentos

Sem verba, AACD Rio Preto ameaça reduzir atendimentos

A presidente da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) em Rio Preto, Adriane Albuquerque Cirelli, ameaça cortar parte dos 1.050 procedimentos especializados prestados a pacientes da cidade. Ela afirmou que não consegue manter a quantidade de atendimentos com o corte de R$ 58 mil no repasse feito pela Prefeitura, que era de R$ 100 mil. "Esse valor (de R$ 42 mil) é inviável. Não conseguiríamos manter todos os atendimentos", disse Adriane. Atualmente, além de Rio Preto, a unidade recebe pacientes de outros nove municípios.

Os R$ 100 mil que a Prefeitura de Rio Preto repassava à associação até o mês passado bancavam cerca de 70% das despesas mensais da unidade.

Nesta quinta-feira, 12, o secretário municipal de Saúde, Aldenis Borim, reafirmou a redução da verba liberada à AACD em reunião com vereadores na Câmara de Rio Preto, que tentam interceder a favor da entidade. O secretário afirma que a decisão é uma exigência da lei federal 13.019/2014 - que regulamenta as parcerias entre o poder público e entidades filantrópicas. De acordo com a lei, acrescenta o secretário, os serviços prestados pela associação só justificariam o repasse de R$ 42 mil mensais.

Ele afirmou aos vereadores que o prefeito Edinho Araújo (MDB), considerado o padrinho da entidade, estaria "chateado" com a situação.

"A única saída que vejo no momento seria arrumar novas fontes de financiamento. Talvez a iniciativa privada ou outros meios. Não vejo saída política porque estamos presos à lei. O problema não é o repasse, se a entidade é boa ou ruim, mas uma lei que impede de fazermos mais do que isso", disse.

Diário da Região
Sem verba, AACD Rio Preto ameaça reduzir atendimentos Sem verba, AACD Rio Preto ameaça reduzir atendimentos Reviewed by Jean Morelli on 13.4.18 Rating: 5

Nenhum comentário